Daniela Mercury – Gera

Artistas moviam a terra

Com seu choro e partiam

Nascaamos em anos interminaveis

Filhos de arvores cortadas

Fomos silancio sem saber

A geraao do nada

Que ressuscitou sem morrer

O leite derramado a vermelho

Como a cor dos nossos cabelos

Que danam, que danam

As drogas ja sao palidas

As palavras sem prisao

As crianas mal criadas

Nascidas com a televisao

O leite derramando a vermelho

Como a cor dos nossos cabelos

Que danam, que danam

Geraao perdida

Artistas, negros, mae

Nossos mortos sem vida

A dor que ainda dai

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *