Daniela Mercury – Rimas Irm

O dia mandou o barco pesqueiro

Trazer na a na na ponta do remo

Diz sario de longe

Rasgamos os panos

Sem voca dizer

Te quero no sonho

Vem pra ca, vem pra la

Vem pra ca, vem pra la

Rimas

Vem pra ca, vem pra la

Vem pra ca, vem pra la

Irmas

Pina cada Zeza chama

Por cima vou ver alaba chegar

Siga, arreia a lata, siga

Coringa, vou ver a gata cativa

Vem pra ca, vem pra la

Vem pra ca, vem pra la

Rimas

Vem pra ca, vem pra la

Vem pra ca, vem pra la

Irmas

Chega de manga e moringa

Debaixo do braso

No casco farinha seca

E calao de saco

Pititinga barbeia a barba dos ingratos

Me xinga, uma gata jamais livra

Casa de bambu tcha tcha

A pedra amolada aga

Assim nao tem fim

Assim nao tem fim

Vou la te ver

Te ver ali

A cachaa no pa do balcao

Bafafa sobre o colchao

A cachaa no pa do balcao

E ver cada passo que passa a paixao

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *